Histórico da Oficina Literária Letras no Jardim

A Oficina Literária surgiu em maio de 2008 nos jardins de uma casa. Eram quatro escritores que discutiam seus escritos. O grupo foi crescendo e passamos a ocupar o auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina. Começamos a estudar os diferentes gêneros literários. Poesia, conto, crônica, romance, dramaturgia. Durante a oficina de dramaturgia surgiu o grupo de teatro da Cia.de Teatro Letras no Jardim que tem apresentado várias peças e o grupo do cinema que já produziu dois curtas metragens e um documentário. Estes mais experimentais. Com o passar do tempo começamos a contar histórias nas escolas da cidade e em outras regiões de Santa Catarina.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Livro do artista -Continuação

Até a segunda semana de dezembro continuaremos nosso trabalho que relacionado com o livro do artista, levando em consideração que o que importa é o processo e não o resultado final.  No processo se encontram os rascunhos, ideias que levaram a produzir determinada obra.























quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Livro do artista

Depois de nossa exposição começamos a estudar a literatura infantil e logo depois o livro do artista.
Encontramos um texto interessante da seguinte estudiosa:

O Livro do artista

Livro de artista é campo de experimentações poéticas, onde o tempo é circular, a sequência é parte fundamental, é um objeto tridimensional pleno de criações poéticas bidimensionais. Nos meus livros de artista a palavra é imagem e a imagem é palavra desenhada, folha a folha são construções poéticas com circularidade, o meu suporte de eleição é o papel.
Os livros de artista são livros produzidos por artistas, na sua maioria para manuseio direto, assim possibilitando uma aproximação física, tatil e visual com a produção artística. Os livros de artista são sempre edições especiais, podendo o artista fazer edição de exemplar único ou múltiplos exemplares. Os livros de artista são espaços de criação, onde se exploram vários tipos de narrativas, são locais privilegiados para experiências plásticas, no livro de artista é possível fazer uso de várias linguagens poéticas (artes visuais, poesia, literatura ...) somando e criando interligações de tempo e espaço, tempo e movimento. É de extrema importância o desenho das palavras, as palavras como imagens, as imagens como palavras, com igual relevância poética.

Constança Lucas: poeta, artista visual, professora de artes visuais e ilustradora. em São Paulo / Brasil. Mestre e Doutora em Artes Visuais, área Poéticas Visuais, pela Universidade de São Paulo (ECA/USP).