Histórico da Oficina Literária Letras no Jardim

A Oficina Literária surgiu em maio de 2008 nos jardins de uma casa. Eram quatro escritores que discutiam seus escritos. O grupo foi crescendo e passamos a ocupar o auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina. Começamos a estudar os diferentes gêneros literários. Poesia, conto, crônica, romance, dramaturgia. Durante a oficina de dramaturgia surgiu o grupo de teatro da Cia.de Teatro Letras no Jardim que tem apresentado várias peças e o grupo do cinema que já produziu dois curtas metragens e um documentário. Estes mais experimentais. Com o passar do tempo começamos a contar histórias nas escolas da cidade e em outras regiões de Santa Catarina.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Mario Osny

Há 5 anos atrás, quando a Oficina Literária estava no início de seus trabalhos o colega Mario Osny nos visitou e criou este poema para nós.


LETRAS NO JARDIM INTERNACIONAL

Mário Osny Rosa

No caminho a Jurerê
Da poesia a cultura.
Merece toda a mercê
Da beleza a leitura.

A divulgar a poesia
Logo naquele recanto.
Olha aquela calmaria
A mostrar todo encanto.

Nos cantos desta ilha
O recanto de Jurerê.
O mar que logo brilha
Tudo já vai merecer.

Divulgando sabedoria
Num lidimo poetar.
Em perfeita harmonia
Agora vai declamar.

No ano passado, em abril de 2012, ele enviou para nós um poema da páscoa. Quarta-feira que vem, dia 12,  iniciaremos a Quaresma. Faltarão quarenta dias para a festa Cristã. Me antecipando publicarei em honor a  ele que com certeza, a esta hora, já está no céu, o poema da Páscoa.

MOR - Mario Osny Rosa
Uma das festas mais antigas
Comemorada pelo povo hebreu.
Antes deixar Egito
A cruzar a mar vermelho.
A comemorar aquela páscoa
Numa grande despedida.
Por ordem de Moisés
Por ordem de Deus a medida.
Em busca da Terra Prometida
Vagaram pelo deserto.
Quarenta anos de vida
Até chegar ao rumo certo.
E chegar o Salvador
Desde o seu nascimento.
Fugir para aquela terra
Para um novo acontecimento.
Ser condenado à morte
Morreu pregado na cruz.
Ficou entre os mortos
Três dias depois ressuscitou.
Na véspera da páscoa
A morte vencer.
A festa que hoje impera
Aos discípulos aparecer.


Nenhum comentário: