Histórico da Oficina Literária Letras no Jardim

A Oficina Literária surgiu em maio de 2008 nos jardins de uma casa. Eram quatro escritores que discutiam seus escritos. O grupo foi crescendo e passamos a ocupar o auditório da Biblioteca Pública de Santa Catarina. Começamos a estudar os diferentes gêneros literários. Poesia, conto, crônica, romance, dramaturgia. Durante a oficina de dramaturgia surgiu o grupo de teatro da Cia.de Teatro Letras no Jardim que tem apresentado várias peças e o grupo do cinema que já produziu dois curtas metragens e um documentário. Estes mais experimentais. Com o passar do tempo começamos a contar histórias nas escolas da cidade e em outras regiões de Santa Catarina.

domingo, 4 de agosto de 2013

Poesia infantil

Sexta-feira, antes de iniciar nossa Oficina tivemos a visita agradável da escritora catarinense Ana Esther Pithan. Ela é uma conhecida contista infantil do sul do Brasil que já viveu na Austrália e andou pela Nova Caledônia o que a inspirou a escrever livros como a "A mochileira tupiniquim nas terras da Nova Caledônia" e "Cadê o Cagu?"

Demos início ao estudo da poesia infantil e lemos nossos trabalhos de lendas e poesias. Escrever para crianças é um grande desafio porque  o mundo infantil é especial; temos que nos transformar em crianças para entregar as mensagens por meio de nossos escritos. Voltar a ser crianças. Lemos textos de escritores que assumiram o papel de sua criança interior e narraram na primeira pessoa. Eis o desafio que continua sexta-feira que vem.

******
"A poesia é o texto escrito ou falado, que apresenta ritmos e rimas. É um tipo de texto que atrai muito as crianças, pois os criados para as mesmas apresentam um caráter lúdico que ajudam na elaboração e orientação didática da sala de aula.
Normalmente, as poesias promovem o apreço pela leitura e o interesse pelos textos escritos. A poesia mexe com o imaginário da criança, levando-a a expressar desejos, sentimentos, descobrindo que se pode brincar com as palavras.
Nas classes de educação infantil é muito comum o trabalho com parlendas e trava-línguas, mas a partir do primeiro ano do ensino fundamental esses textos vão perdendo espaço para textos informativos ou histórias que tenham fundo moral."


Retirado de um trecho do site Brasil escola.

Nenhum comentário: